Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Do Baú:

Sábado, 28.03.09

 

 

A lua nasceu, rubra, como uma chama

Veio com o crepúsculo e agora, já noite

domina o céu, imponente e solitária

 

Ficar assim, a olhar a lua cheia

e a sua doce tranquilidade

 

Ouve-se um murmúrio crescente nas ruas

as pessoas animam-se, as crianças brincam ainda

Em breve todos saem de casa e passeiam, ociosos e felizes

 

O rio, com a maré vaza, não se vê brilhar

 

Alguém toca viola aqui perto

sempre a mesma melodia andaluza

 

Ficar assim, a olhar a lua cheia

já mais pálida, a dominar o céu

na sua doce tranquilidade

 

 

 





("Do tempo dos sonhos", Punta Umbria 1983)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Ana Gabriela A. S. Fernandes às 22:26

Do Baú:

Sábado, 28.03.09

 

 

Amanheceu

o céu cobriu-se de nuvens

uma névoa cinzenta desceu lentamente

 

O rio ficou cor de chumbo

 

Sons familiares chegam de longe

sons que vibram docemente dentro de mim

 

A tonalidade cinza da névoa sobre as coisas

envolve-as de mistério

mesmo as mais simples

 

 

 


 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Ana Gabriela A. S. Fernandes às 22:19







posts recentes


comentários recentes



links

coisas à mão de semear

coisas prioritárias

coisas mesmo essenciais

outras coisas essenciais

coisas em viagem